domingo, 16 de janeiro de 2011

METAMORFOSE






Você não esperou a evolução.
Desistiu, quando  ainda estavamos no casulo.
Motivos?.
Julgava ser difícil, apertado...não sei...
Talvez faltasse a ti coragem, certeza...
Não soubeste esperar pela borboleta.
Derrepente,  parece que esqueceste de que as coisas boas, tendem a ser mais difíceis, mais demoradas...
Requer persistência para serem alcançadas em sua completude.
Mas, sua fragilidade encanta...desperta desejos...
São lindas as borboletas, mas lembra-te:
- antes das borboletas estão lá as lagartas.
Agora que sou borboleta, percebes que tudo se torna interesse, tudo é novidade ?!
Querias tu agora a borboleta?!
- não cuidaste do casulo...
Agora as asas  permitem voar para longe de ti...
E se  queres, agora precisas correr.
Pois quem voa, costuma ser rápido...
Mas, a sempre uma chance de “captura”.
Se mereceres a borboleta, ela poderá voltar...
E ainda que longe, os ventos a trazem em um movimento de idas e voltas...
Percebes o vento?
É o ecoar da suas asas.
Lembra-te : - borboletas  são sempre borboletas.
Sempre belas novidades...


2 comentários:

  1. Esse me pareceu um tema muito clichê! Mas vc escreve bem. Embora há um erro de digitação na 7ª linha de baixo pra cima: (Mas, a sempre uma chance de “captura”.) Suponho que o 'a' seria um 'há' de haver e não sei se teria mesmo a vírgula... rsrsrsrs... que comentário estúpido o meu, né?! Mas é, no mínimo, provocador!

    ResponderExcluir
  2. tá com raiva de mim é???

    shauhuashuash
    ^^

    ResponderExcluir