quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

INSTANTES



Desviava o olhar...
Mas, ele estará ali, na sua frente.
Enroscado, no emaranhado dos seus pensamentos.
Problemáticas inconfundíveis o cercava.
Permanecera a cá, com cara de Tola,  impotente.
Ele parecia pedir colo...
E ela desejava dar-lhe, acolhe-lo...
Por um instante...
Silêncio.
Falou-lhe o silêncio...
Nada de muito agradável,
Mas estavam juntos...
Por um instante,
Isso bastava...
Buscavam,
Paz.
Numa lacuna,
Sede de fusão...
Estar no outro.
Desejos amiúde...
Momentos mnemônicos...
Inexorável olhar...
Vivencia inolvidável...

Nenhum comentário:

Postar um comentário