quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Incomodando




E hoje isso me é incômodo.
Ligações que não recebi.
Adiadas.
Os não ditos, os mal-ditos, Malditos não ditos.
As vindas que não ocorreram.
O que me é sabido com atrasado.
O que não foi.
Não saberá se há de ser...
Me é incômodo saber.
Não saber fazer e nem dizer...
e nem ouvir...
Então me diz:
Porque e o para quê da vontade e do não fazer!

Simplesmente não o diga.
Ou não o faça.
Ou faça e não diga.
Mas se disser, faça.

Tá bom...disfarça.
Ao findar tudo passa...
Brisa.

Já passou.