domingo, 26 de fevereiro de 2012

Veraneio.



"É que o verão dura dois meses. E os seus ventos fortes...sopraram, sopraram, sopraram...e Levam algumas coisas para longe...mas, tudo que foi...deixou um pouco se si, levou um pouco ' dalí '...Durou. Enquanto houve verão."

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Ficou.





 E quando vi... já era o fim. Sem tristeza ou lamento, o vivido jamais será esquecido. Jamais será igual, terá igual...por que tudo guarda em si a exclusividade do momento.... o Sentir. Que é diferente a cada instante. Poderá sentir perto, sentir longe, sentir forte...Sentir saudade. E aí, a descoberta: Foi bom, foi válido, até onde durou. Agora: Recordas.

Lembranças do que ficou.


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Quarta-feira de Cinzas



" E o Carnaval ti trouxe muitas alegrias...Mas Maré alta, meu bem, Não dura muito tempo....A maré vai baixar...e aí nós iremos nos dar conta de que nem tudo estará no mesmo lugar... a Maré alta pode ter trago algumas coisas, porém outras tantas ela levará...na baixa da maré, poderemos achar apenas sobra... e o que sobra, nem sempre é suficiente..."


# Que com as sobras possamos reinventar

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Madrugada.

‎" ...e fico assim, a esperar... estranha espera...de não saber o que ou pelo que espero... Simplesmente e tão somente Só: espero. Carregando a esperança, de que quando findar, a hora chegar...me traga risos... e que o fim da espera não seja o esquecimento... Continuo a regar sentimentos..."

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Sentimento Craquelado


"..E se antes, eu não tinha Nada. Agora Nada tenho. 
E tudo se traduz em confusão.
Simplesmente, as coisas se vão...saem do seu domínio..."

"... aí você descobre, que é um bem- querer, um me queira bem e dá um medo..."