sábado, 25 de fevereiro de 2012

Ficou.





 E quando vi... já era o fim. Sem tristeza ou lamento, o vivido jamais será esquecido. Jamais será igual, terá igual...por que tudo guarda em si a exclusividade do momento.... o Sentir. Que é diferente a cada instante. Poderá sentir perto, sentir longe, sentir forte...Sentir saudade. E aí, a descoberta: Foi bom, foi válido, até onde durou. Agora: Recordas.

Lembranças do que ficou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário