sexta-feira, 25 de janeiro de 2013




Sem medida.


Andei gastando tempo...
Na palavra, no vento, no pensamento, no lamento, no alento.
Cultivei o sentimento.
No vivido e não vivido...desde então tenho padecido, desse mal que é: O momento.
O momento que não chega;
O momento que se deixa;
O momento do silêncio;
O momento do dito;
O momento do não dito;
O momento do mal-dito...
Sigo insistindo.
...Quero.
Seja verdade ou mentira, noite ou dia... Todo segundo tem sua valia.
Do começo ao fim do dia: Tente.